sábado, 18 de julho de 2009

A morte da contestação

Por Gutierres Siqueira

Fiquei pasmo quando li que a UNE do Maranhão está apoiando o Sarney. Isso é o fim dos tempos. Estudantes “revolucionários” apoiando o oligarca bigodudo que ama o coronelismo e o fisiologismo? Estudantes “revolucionários” apoiando a Petrobrás, uma multinacional do petróleo? Hehehe é mesmo o fim! Não se faz mais comunista como antigamente! Aliás, os comunistas nunca foram coerentes mesmo!

Vocês viram o Lula abraçando o Collor? Viram o Lula agradecendo o apóio de Renan Calheiros (o coronel alagoano)? Meu Deus, em breve aparecerá o anticristo! Rsrs O apocalipse chegou! Lula apóia os dois maiores coronéis desse país, que é Sarney (dono do Amapá e do Maranhão) e Renan (dono de Alagoas). Por coincidência são os Estados mais miseráveis desse país.

Isso tudo representa a morte da contestação. Um Estado que ama o jeitinho, unindo inclusive os maiores inimigos de décadas passadas. Lula é aético, ele não sabe discernir entre o certo e o errado, entre a moral e o imoral, para ele tudo é igual! A UNE é a mesma coisa. Ama suas ideologias esquerdistas e quando a esquerda rouba logo falam que os fatos são invenção da imprensa “golpista”.

Um comentário:

MEGS disse...

Contigo e não abro!